O que é ser guardiã e guardião de sementes?

“É a semente que dá vida ao guardião, é o guardião que dá vida à semente”.

São as pessoas e/ou famílias que têm um profundo respeito e uma relação muito próxima com a natureza. Se preocupam com todo o processo de resgate, multiplicação, colheita e armazenamento de sementes. Seja para a sua própria produção, partilha ou para a comercialização das sementes.

A preservação e multiplicação das sementes crioulas pode ser feita por uma pessoa, a guardiã ou guardião, ou pelo núcleo familiar, chamada de família guardiã.

familias guardias

Histórias de vida

São inúmeras as pessoas comprometidas em preservar a vida e as sementes e entendemos que é muito difícil conhecer todas elas. Compartilhe sua história com a gente e nos ajude a expandir a Rede de Famílias Guardiãs!

Abaixo trazemos apenas algumas das histórias de vida e de luta de guardiãs e guardiões de sementes crioulas, pois sabemos que este é um rio em constante crescimento, quando as histórias se unem e correm juntas, como água em terra fértil.

Guardiã urbana
Andrea Jantara | Palmeira, centro sul do Paraná | Guardiã urbana de sementes crioulas

Produzir alimentos saudáveis, diversos e em abundância nas cidades é uma realidade, e "o importante é começar". Andrea Jantara é uma guardiã urbana de sementes crioulas de Palmeira/PR, e, do seu quintal produtivo urbano, saíram mais de 3500 pacotes de sementes distribuídos a famílias agricultoras do estado.

Conheça...
Guardiãs das ervas medicinais
Associação de Mulheres Agricultoras de Capanema (Amac) | Capanema, sudoeste do Paraná | Guardiãs das Ervas Medicinais

Ampliar a participação em espaços organizativos e fortalecer em coletivo o trabalho desenvolvido individualmente por cada mulher. Esses foram os objetivos que levaram as agricultoras de Capanema, sudoeste do Paraná, a formarem a Associação de Mulheres Agricultoras de Capanema (Amac).

Conheça...
Foto_publi
Guardiã da adubação verde
Neltume Espinoza | Morretes, litoral do Paraná | Guardiãs das sementes de adubação verde

“Muitas vezes chegamos a solos que têm sido degradados por anos, por isso é importante devolver a vida ao solo e não só retirar vidas dele. Por isso, entendo que a adubação verde é fundamental para a agroecologia criar condições no solo, desde o interno com a disponibilidade de nutrientes e o externo com a cobertura da terra”, explica Neltume Espinoza, moradora de Morretes, litoral do Paraná.

Conheça...
Guardiãs das Florestas

Grupo de Mulheres Indígenas | Comunidade de Palmeirinha do Iguaçu, Terra Indígena Guarani Mbyá, Chopinzinho, sudoeste do Paraná | Guardiãs das Florestas

“Na Aldeia temos três grupos de mulheres - de agrofloresta, cultural e o Tendeapó, de artesanato, nesse somos 13 mulheres. Se organizamos para fazer nosso artesanato, fazemos flechas, filtros, balainhos… Também se reunimos pra fazer alimentos típicos”, explica Franciele Nhevaga Veríssimo (Nhevãga), agricultora, artesã, guardiã da floresta e das sementes, na comunidade de Palmeirinha do Iguaçu, Terra Indígena Guarani Mbyá, localizada em Chopinzinho, sudoeste do Paraná.

Conheça...
Guardiã da semente de alface roxa
Terezinha Aparecida Vieira Santos | Fernandes Pinheiro, centro sul do Paraná | Guardiã da semente de alface roxa há mais de 37 anos

"Faz mais de 37 anos que cultivo essa semente de alface roxa, as primeiras sementes trouxe da casa de minha mãe, quando casei, e quando trouxe de lá, minha mãe já vinha cultivando de vários anos atrás, e essas sementes são multiplicadas ano por ano, pois quando trouxe era uma pequena porção, e agora cheguei à colher um balde cheio de sementes já limpa." Conheça Dona Terezinha:

Conheça...
Guardiã das plantas medicinais
Maria da Luz Julianotte | Bairro Padre Ulrico, Francisco Beltrão, sudoeste do Paraná | Guardiã das plantas medicinais

“É minha vida, é tudo, eu sou muito apaixonada por isso”. É assim que dona Maria da Luz Julianotte, 67 anos, expressa o seu amor pelas plantas e pela missão de ser uma guardiã das sementes crioulas.Conheça a história da dona Maria.

Conheça...
Guardião das sementes crioulas
João Dantas | Casa das Sementes em Mandirituba, Paraná | Guardião das sementes crioulas

“Acredito que os poetas são feitos de quase tudo. Um pouco de amor, um pouco de natureza, um pouco de alegrias e angústias. Meu pai foi um poeta analfabeto, repentista iletrado, um agricultor, faxinalense, guardião de sementes, partiu aos oitenta e cinco anos, delirando em versos. Penso que sou um pouco de meu pai é muito da minha mãe, uma amante das flores e plantas ornamentais. Acredito que há em mim um pouco de Semente, um pouco de saudade do passado e esperança no futuro”. Conheça mais da história do guardião das sementes e poeta da agroecologia, Dantas.

Conheça...
Guardiã das sementes na terra
Luzinete de Souza Oliveira - Tia Luzi | Acampamento José Lutzenberger, Antonina, litoral do Paraná | Guardião das sementes na terra

Uma mulher que começa no trabalho mesmo antes do sol nascer, com uma história inspiradora, exemplo de amor pelas pessoas e pela preservação da natureza e das sementes. É assim que podemos descrever dona Luzinete de Souza Oliveira, carinhosamente conhecida como tia Luzi na comunidade onde reside, no Acampamento José Lutzenberger, em Antonina, litoral do Paraná. Conheça a história de dona Luzinete.

Conheça...
Guardiã das sementes
Ana Kovalski | Comunidade Colônia Nove, Teixeira Soares, centro sul do Paraná | Guardiã de sementes

Guardiã de sementes há mais de dez anos, dona Ana conta que cuidar delas é um trabalho constante. “Quando eu era criança não fazia a preservação, mas agora cultivo, colho, seco, armazeno. Aqui no sítio tenho plantado de tudo, inclusive 5 variedades de batata-doce e 11 de mandioca”. Para ela, viver no campo é ter liberdade para trabalhar. Conheça a história de dona Ana Kovalski, de Teixeira Soares/PR

Conheça...
Guardiã das sementes de arroz e feijão
Maria Aparecida S. de Pontes | Quilombo Córrego das Moças, Adrianópolis, no sudoeste do Paraná | Guardiã das sementes

Trabalhar para produzir comida diversificada e não deixar faltar no prato. Isso é o que motiva dona Maria Aparecida S. de Pontes. Aos 62 anos, ela conta orgulhosa da vasta produção de alimentos que tem com a família, no Quilombo Córrego das Moças, em Adrianópolis, no sudoeste do Paraná “Aqui planto de tudo, verduras, frutas, arroz, feijão, milho, café, alho, cebola. Faço farinha de milho e de mandioca, polvilho... Não compro nada disso. Aqui nós se viramos, não passamos apuro, nem miséria”.

Conheça...
Guardiã das flores
Vilma Maria Miola | Comunidade Linha Ibiaçá, Dois Vizinhos, sudoeste do Paraná | Guardiã das flores

Para dona Vilma Miola, guardiã de mais de 150 variedades de flores, este é um trabalho realizado a vida toda. E a partir da participação nas festas e feiras de sementes realizadas pela ReSA, ela e o esposo passaram a se dedicar ainda mais no cuidado com todas as sementes e se auto reconhecerem como uma família guardiã das sementes crioulas e da agrobiodiversidade.

Conheça...
Guardião das sementes
Silvestre de Oliveira dos Santos | Comunidade Faxinal do Santo Antônio, em Fernandes Pinheiro | Guardião de sementes

Agricultor experimentador, o guardião desenvolveu uma técnica de conservação de sementes na água que, segundo ele, além de preservar as sementes do risco de contaminação, o método evita o ataque de bichos e conserva o vigor e o poder de germinação.

Conheça...
Guardião das sementes
Antônio Carlos Santos | Comunidade Rio Baio, São João do Triunfo | Guardião das sementes

A fala mansa e simples do Seu Taborda, como é conhecido, diz muito sobre sua duradoura e estreita relação no trato responsável da terra. O senhor de 75 anos que diz ter “uma lavoura por toda a vida” que oportunize que coma o que produz e assim “não carece comprar no mercado o que nem sabe que está comprando” compreende que ser guardião de semente é zelar por tudo que se relaciona com o alimento.

Conheça...
Guardião das sementes
Cesar Luis Kerber | Assentamento Contestado, Lapa | Guardião das sementes

Foi a “companheirada de luta” que apontou que Cesar é um guardião de sementes, embora muito antes ele já cultivasse e cuidasse para que variedades de sementes se mantivessem livres de insumos químicos, como agrotóxicos. Orientado pelo que chama de slogan do guardião - “sementes são patrimônio dos povos a serviço da humanidade” - ele defende que o compromisso central deste lugar que ocupa é com a sustentabilidade e o livre uso das sementes.

Conheça...